Tuesday, November 27, 2018

Formas de mensuração de desenho


Se você quer representar algo de forma mais fiel oque você está vendo, no papel,
aprender a mensurar é um dos pilares absolutamente fundamental. O objetivo deste módulo é prover uma série de ferramentas técnicas pra que você consiga medir o seu objeto de desenho de forma satisfatória.

A mensuração é, de certa forma, contra intuitivo pra quem está começando. Isso é bastante nítido em desenhos de iniciantes porque você vê muitas vezes as linhas, as formas, o sombreado estão em um nível bacana, mas as proporções do rosto estão erradas, seja alinhamento dos olhos, orelha ou outra proporções em geral.

O ser humano é desenvolvido pra observar e perceber algo errado em uma figura humana, um rosto. Se algo está mal medido, fora de proporção num rosto humano, qualquer pessoa vai perceber, mesmo que não tenha habilidade artística nenhuma.

Por isso, a mensuração pertence à base do triangulo. Sem mensuração apropriada, pra arte figurativa/representativa não temos uma base sólida.

Essa parte de mensurar o desenho, eu chamo de de travamento/blocagem da forma ou lay-in. Como normalmente focamos em uma parte do desenho de cada vez, perdemos a referencia da proporção inteira do que devemos representar. Se não for feito o travamento, podemos acabar desenhando uma das partes de forma distorcida.

Com o desenho travado, começamos com linhas soltas tentando capturar as formas, dentro dos pontos de travamento, verticais e horizontais Essa é a base do triangulo.

A partir daí, começa o processo de refinamento das formas, com formas menores que compõe o objeto a ser desenhado. Começa a base da segunda parte do triangulo.

“Thin and light”

Aqui vou apresentar as formas mais comuns de mensuração de desenho, sendo elas:

1) Lápis como unidade de medida O lápis é uma forma bem comum de mensuração de objeto. A essência aqui, é que você vai pegar uma unidade básica de medida no lápis, e vai usar a mesma unidade pra comparar partes do desenho e transpor para o papel. É uma forma bem simples e tranquila de fazer, especialmente pra objetos, temas mais simples. Porém, pra usar a medida do lápis você não pode sair do lugar, pois isso vai afetar a medição, mantenha o braço totalmente reto, sem dobrar procure encostar a maçã do rosto no seu ombro. Isso evita eventuais distorções de medição quando o braço mexe de lugar. Assim, você trava partes do que você está desenhando, em relação à distancia do lápis.

2)Line sight - Line sight é uma forma de medição, onde ocorre uma transposição direta do objeto pro papel. Assim, a medida do lápis, ou pincel ou outra unidade de medida, é transferida diretamente do objeto a ser desenhado, pro papel.


3) Formas negativas:
Formas negativas são formas em volta do objeto a ser medido. Como nossa mente tem mais facilidade de perceber ‘vazias’ ou abstratas, nós usamos pra corrigir a mensuração de algo que eventualmente não está correto.

4)Ângulos: 
Ângulos são usados pra travar formas e simplificar relação entre as formas. Por exemplo aqui usamos um angulo pra travar essa forma em relação a essa.

5)Triangulação. A triangulação é uma forma de isolar areas de 3 pontos e conferir se as formas batem deste triangulo. 

6) Linhas verticais e horizontais. As linhas verticais e horizontais são bastante úteis como forma de checagem se a transposição do desenho estão se desviando do objeto a ser desenhado. Então por exemplo, quando agente traça uma linha vertical aqui, percebe que o tanto que sobra dessa área é menor do que o esboço feito. Então agente corrige aqui. As linhas verticais são ótimas pra checar duplamente se os ângulos traçados estão apurados ou não.

7)Grid e mesa de luz. No caso do grid e da mesa de luz, não vamos usar neste curso como exercício, eu estou colocando aqui mais como informativo mesmo. O motivo de não fazermos exercícios com grid ou mesa de luz, é porque o escopo deste curso é justamente ensinar a desenhar à mão. Então se você está começando, esse recurso vai te prestar um des-serviço porque ele vai te deixar mal acostumado e não vai avançar a sua habilidade de mensurar um desenho de observação de pessoas ou natureza morta e tudo mais. Isso quer dizer que eu sou contra usar? Não! É que na minha opinião, esse recurso só deve ser usado porque quem conseguiria medir na mão mesmo sem esse recurso. Existem controvérsias como a levantada pela tese Hockney–Falco que tenta provar que os grandes mestres usavam recursos óticos, câmera escura, grid, espelhos convexos como no caso do retrato do Arnolfini do Jan Van Eyck e há esboços de artistas usando grid pra transpor o desenho para um tamanho maior,.. Então a objeção não é o uso da ferramenta, mas o momento do uso da ferramenta.

A mesa de luz consiste em colocar o papel por cima da referencia e tracejar as linhas nas formas principais do objeto a ser copiado.

O grid é um quadriculado de tamanhos iguais que servem de referencia para transposição de escala (ou não) para uma outra superfície. Com esse método, as formas ficam presas nos quadriculados que são daí copiados pra nova superfície.

7) Por último, o meu favorito: o divisor proporcional. O divisor proporcional ele tem todas as vantagens da medição à lápis só que com a vantagem maior que você não fica preso à uma unidade de medida


Dicas gerais: Peça ajuda de alguém com olho treinado ou para alguém que não tenha visto seu desenho ainda. Não importa o quanto de experiencia você tenha, o olho olhando por horas a mesma imagem perde a capacidade de ver eventuais defeitos. Uma pessoa com olhar “fresco” sobre o seu trabalho pode ser de grande ajuda.
Desenvolva mensurações sem ferramentas, pra criar o hábito de entender e interpretar proporções e relações entre as formas pra ajudar a fortalecer as medições.


No comments:

Post a Comment

Propriedades da Cor aplicadas

Neste poster, os principais elementos da cor são apontados na obra  Marchand ambulant au caire de Jean Leon Gerome. Matiz Valor Tonal...